Vai alta definição aí?

RobsonB "FullHD" Chegando a Copa do Mundo logo mais adiante, o mercado de tvs está antenado para um aquecimento global… nas vendas! E eles vão tentar te convencer de que o maior, mais caro e mais moderno é a melhor compra que você pode fazer. Como uso o espaço para quem vive na outra extremidade da tecnologia entender, abaixo segue uma explicação rápida e compreensível do tal efeito HD das TVs em relação aos tradicionais tubões.

Existe no mercado brasileiro 3 tipos de TV… as de tubo ou LCDs pequenas que trabalham com SDTV, a 480i, as HDReady de 720P e as FullHD de 1080P.

Uma nota importante, as letras a pós os números. Pense na tela como um caderno pautado. O “i” significa, do inglês, entrelaçado. Quando se exibe uma imagem entrelaçada, ela roda a 30 quadros por segundo, passando primeiro as linhas ímpares, depois as pares. No “P”, de Progressivo,  ele roda a 60 quadros por segundo, sequêncialmente, de cima para baixo. Uma imagem em “P”, então, roda 2x mais quadros e deixa cenas mais movimentadas com maior naturalidade.

matemática se aplica, o menor pode ser recebido pelo maior, mas não o contrário. Disto, você deduz que ter logo uma HDTV FullHD de 1080P é a melhor compra, pois ela reproduz todos os formatos, mas há dois poréns. O primeiro “porém” é que tvs digitais, ao contrário das de tubo, só conseguem ter o máximo de qualidade em sua resolução nativa. Nativa, nesse caso, significa que uma TV 1080P só terá o seu melhor em sinal 1080P, se você pegar uma imagem de TV comum (480i), a imagem ficará muito ruim. Pior, até, que na tela de tubo. O outro “porém” é o preço, pagar caro em 1080P se não se tem sinal 1080P é gastar dinheiro em algo inútil, que não funciona.

Hoje, apenas dois itens conseguem explorar o 1080P em sua plenitude, primeiro, ainda em expansão e em seus primórdios na nossa região, os filmes em discos BluRay. O formato que vem depois do já difundido DVD só exibe em 1080P, o que faz com que sua tela de 720P ou sua tv de tubo de 480i simplesmente nem consigam mostrar tudo que o filme tem em si. E o pior, para assistir em uma resolução menor, o aparelho que lê o filme deve fazer o que se chama de downscale, o que fará perder ainda mais detalhes, por melhor que pareça na tela. O segundo item* é o videogame da Sony, o PlayStation 3, que exibe com o uso de um cabo específico (HDMI 1.3c) e em jogos que suportem o 1080P – não são todos, arrisco dizer que se metade puder é muito.

resolucao

Comprar 1080P, sem um leitor BluRay ou um PlayStation 3, é uma compra inútil. Há quem possa pensar que comprando uma tv dessas tenha um produto por muitos anos e não terá. Já existe TV Led, quem correu comprar Plasma em seu surgimento tem um aparelho ruim. Quem se apressar e comprar Led hoje, por comprar, vai se ver da mesma forma quando a tv 3D chegar daqui uns anos. O que se deve comprar então? Serei taxativo, a melhor compra este ano tem 32 polegadas, 2ms de resposta e HDReady 720P. Ela vai estar em seu limite, custa muito menos, exibe imagens ótimas e, tão logo tenha sinal digital de TV, ela vai estar no mesmo sinal, nítida, nativamente.

Outras informações:
Hz =
É a frequência que a tela exibe, em quadros por segundo. 240Hz = 240 quadros/seg.
HDMI 1.3c = Terceira revisão da terceira atualização do cabo, é a mais confiável.
Console 1080p* = Além do PS3, o x360 também roda em 1080p e o Wii está sendo modificado para também entrar nesse segmento de alta definição.